Connect with us

Desporto

Oliveira Gonçalves desiste da candidatura à FAF

Angop

Published

on

O técnico Oliveira Gonçalves afirmou, neste domingo, em Luanda, ter desistido de concorrer à presidência da Federação Angolana de Futebol (quadriénio 2020/24), porque a modalidade carece de maior atenção por parte do Ministério da Juventude e Desportos.

O responsável pelas duas presenças de Angola em campeonatos do mundo, em 2002, na Argentina (Sub-20) e 2006, na Alemanha (honras), disse que teme ser apenas mais um presidente da instituição, porque não sente a sensibilidade do país para com o projecto futebol.

O campeão africano de Sub-20 (Etiópia’2001) acha que o ministério de tutela deve arregimentar recursos, além da cabimentação anual, para que a modalidade tenha, por exemplo, boas condições de preparação e participação nas provas qualificativas para os africanos e mundiais.

Defende, por isso, que seja atribuída ao órgão reitor o estatuto de utilidade pública, de modo a ter um orçamento próprio para a efectivação de programas de desenvolvimento.

Em entrevista à Rádio -5, Oliveira Gonçalves disse que tem um projecto de construção de um centro de treinamento e estágio, além de outras acções com intuito de colocar Angola no topo do futebol africano e garantir presenças consecutivas em Campeonatos do Mundo.

Para ele, tal desiderato passa, também, pela formação nos clubes e criação de condições para que os jovens atletas sejam integrados em equipas da Europa e se constituam em mais-valia para as selecções nacionais, por via da experiência acumulada e da cultura táctica.

Lembrou que Angola obteve resultados em campeonatos africanos e boa participação no mundial da Alemanha com a contribuição de jogadores que evoluíam na Europa, como  João Ricardo, Figueiredo, Caly, André Makanga, Mantorras, Akwá, Mendonça, Gilberto e Flávio.

Além do presidente cessante, Artur Almeida e Silva, já manifestou a intenção de concorrer nas eleições de Junho próximo, o antigo futebolista e proprietário de uma escola académica e desportiva, Norberto de Castro.

Nando Jordão e António Gomes “Tony Estraga”, ambos antigos praticantes, são igualmente dados como certos na corrida, mas nenhum ainda se manifestou publicamente.

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *