Connect with us

Sociedade

Obras na estrada causam escassez de táxis na rota Via Expressa/Patriota

Published

on

Cidadãos em Luanda dizem existir escassez de táxis na rota Via Expressa/Patriota e vice-versa, por conta da interdição de uma faixa na zona da Dona Xepa.

Madalena Jamba vive na Engevia e trabalha nas imediações da Ponte Molhada. Disse hoje, 10, à Rádio Correio da Kianda que encontra dificuldades para chegar ao seu posto de trabalho por falta de táxis e reitera a necessidade de colocação de um autocarro público na rota.

“Deviam pôr um autocarro aqui. Os taxistas já não querem chegar aqui por causa das voltas”, disse.

Em causa estão trabalhos de manutenção correctiva das infra-estruturas de drenagem pluvial, residual e reposição do tapete asfáltico da rua Direita do Patriota.

João Miguel e Cesaltina Carvalho vivem no Kilamba e são estudantes de uma instituição no Patriota. Afirmam que a situação é sufocante, principalmente, no horário de ponta, e lançam um grito de socorro.

“As paragens ficam muito cheias às tardes. Não há táxi, fica muito complicado”, lamentam.

Já o taxista Abraão Marques justifica que a corrida fica mais dispendiosa com a interdição da Rua Direita do Patriota e, por conta disso, alguns taxistas abandonaram a rota.

De recordar que as obras de melhoramento na referida rua, tiveram início no passado dia 23 de Junho, e têm a duração de 45 dias, de acordo com o comunicado do Governo Provincial de Luanda.

Formado em radiojornalismo, com passagem por órgãos de comunicação social públicos e privados. Possui formação internacional em Comunicação e Multimedia. Estudante do curso superior de Gestão/Comunicação e Marketing.