Connect with us

Mundo

“O mar despeja constantemente dezenas de corpos” – Líbia com mais de cinco mil mortos

Published

on

Três dias depois da passagem da Tempestade Daniel pela Líbia, corpos chegaram à praia da cidade de Derna, segundo um ministro do Comité de gestão da crise esta quarta-feira, 13.

“O mar despeja constantemente dezenas de corpos”, disse Hichem Chkiouat, ministro da Aviação Civil.

“Contamos mais de 5.300 mortos até agora, e o número provavelmente aumentará significativamente, podendo até duplicar”.

Autoridades dizem que 10 mil pessoas continuam desaparecidas em todo o país.

Dezenas de milhares de pessoas ficaram desabrigadas, disse Chkiouat, apelando à ajuda internacional e acrescentando que a Líbia não tinha experiência para lidar com as consequências de tal desastre.

A agência de migração da ONU, a Organização Internacional para as Migrações, disse que pelo menos 30 mil pessoas foram deslocadas em Derna, a principal cidade atingida.

A região central de Derna foi construída nas margens de um rio que desemboca no mar. Por este motivo, o local conta com barragens que foram construídas para proteger o núcleo urbano.

Durante a tempestade, moradores relataram que ouviram explosões, provocadas pelos rompimentos das barragens.

Com as chuvas, duas barragens se romperam e liberaram mais de 33 milhões de m³ de água. Testemunhas falaram em ondas de 3 metros de altura.

Segundo as autoridades, a força da água arrastou imóveis e centenas de pessoas em direcção ao mar.

Com agências internacionais