Connect with us

Educação Financeira

O dinheiro entre o casal

Published

on

O dinheiro é algo com que convivemos praticamente desde que nascemos até que morremos. O dinheiro e o valor que lhe damos é um dos factos que nos condiciona as nossas decisões, e por conseguinte, a nossa vida.

O dinheiro ou assuntos financeiros são pontos que fazem, obviamente, parte da vida dos casais, independentemente de como são formados.

No nosso país, o dinheiro é um assunto real, por muito e muitos casais que queiram mantê-lo como tabu (assunto que não se fala e discute). Pois bem, o dinheiro é um motivo de diálogo e troca de informações. Além disso, de prestação de contas, e neste campo, em Angola há uma grande carência e urgente em ser mitigada, que é a Educação Financeira e no contexto dos casais, este é um dos factores de separações, divórcios com ou sem filhos. Complica-se quando há divórcios com filhos por conta da pensão de alimentos.

O Homem visto socialmente como «o chefe de família» foi/tem sido o “provedor” de rendimentos da família. Com a emancipação da Mulher, o rendimento tem sido paulatinamente formado pelos rendimentos do Marido e da Esposa (quando se aplica). Quando um dos dois está numa situação de perda grande ou total de rendimentos, deve o casal ajudar-se para recompor o orçamento familiar e para isso, seja o Marido ou a Esposa na situação de menor renda, deve o Outro compreender a situação e reestruturar o Orçamento Familiar, para que as necessidades básicas: saúde, alimentação, habitação, roupa, calçado estejam minimamente asseguradas. E para tal, é necessário o conhecimento real da renda da família e do modo de vida da família.

O que é o conhecimento real do modo de vida da família? É o que a família tem de renda e onde consome essa renda dia a dia, à semana e ao mês. É contar como se vive dentro e fora de casa. É contar sobre os vícios que possam ter. Casos de «patrocínio» de amantes amorosos fora da relação, negócios informais, relações contratuais e de parcerias que se possam ter. É contar, de facto, como se vive e para se quer ir ao Parceiro.

Para ajudar neste exercício que muitos homens consideram como complexo, aqueles que não dão os rendimentos às esposas, o primeiro passo é sentar uma vez por semana com a esposa e vice-versa e dialogarem sobre o dinheiro. O passo seguinte é numa folha branca escreverem de forma simples o que cada ganha e depois numas linhas abaixo, quanto têm de despesas fixas por mês: renda de cada, energia, luz (caso do pós-pago), propinas da escola, etc e quanto sobra para as despesas variáveis. Depois das somas e das subtracções, quanto sobra, se sobra. Se sobra dinheiro, aonde aplicam essa poupança para imprevistos.

Marido e Esposa, deixo-vos conselhos úteis para todos os dias do ano:
– Anote todos os gastos em todas as áreas e sectores da sua família.
– Efectue uma análise crítica de tudo aquilo que pode ser eliminado dessa lista.
– Estabeleça objectivos que a família busca alcançar tanto a curto quanto a longo prazo.
– Reúnam uma vez por semana (pelo menos!) e no final do mês haja uma reunião formal para comparar o que orçamentaram e as contas reais. Analisem em conjunto os desvios positivos e negativos ao orçamento familiar. Que estas reuniões sejam um prolongamento da relação amistosa, de amor que há entre os membros do casal e que seja o Dinheiro como elemento de mais União entre Marido e Mulher.

Quando o assunto dinheiro fica bem claro e esclarecido entre o casal. Todo o seio familiar ganha pontos e é um exemplo para os descendentes: filhos, netos, pois a boa Educação Financeira é uma boa herança que perdura por muitas gerações.

Professor Daniel Sapateiro
Economista e Docente Universitário

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Daniel Sapateiro
Daniel Sapateiro (13)

Economista e Docente Universitário

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (25)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (88)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (21)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

© 2017 - 2021 Todos os direitos reservados a Correio Kianda. | Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.
Ficha Técnica - Estatuto Editorial RGPD