Connect with us

Cultura

“O Corpo Tântrico” em exposição a partir de hoje no Camões

Published

on

O Camões – Centro Cultural Português em Luanda inaugura, às 18h, de hoje, quinta-feira, em Luanda, a exposição colectiva “O Corpo Tântrico”, dos artistas Benigno N´Sito, Gegé M Bakudi, Jamil Parasol Osmar e Kristof Degrauwe.

O projecto expositivo “o Corpo Tântrico” é um políptico sobre o corpo humano. Uma celebração de um conhecimento esotérico necessário no contexto caótico que é o de Luanda. Um despertar do EU representado através das artes, num espaço onde o fluxo e trocas energéticas nos levam a colocar certas questões, como quem somos nós e como podemos obter mais da vida que nós vivemos?

Uma combinação de cinco corpos, nomeadamente o físico, o energético, o emocional, o sábio e o de bem-aventurança, para que se possa ter acesso ao EU mais elevado e poderoso, alcançando a libertação e a constante comunhão com o cosmos.

Sobre os artistas

Benigno Ebanja Mangovo, ou Benigno N’sito, expressa-se através da pintura e do vídeo. As suas experiências e reflexões pessoais são referências para os seus trabalhos. A sua arte centra-se na exploração de emoções, sentimentos, perceção, memória, relações interpessoais e relação homem-espaço.

Gegé M’bakudi, luandense engajado na busca de respostas aos seus questionamentos existenciais. Iniciou as suas manifestações artísticas ainda durante a sua infância. Em 2021 realizou uma exposição no espaço cultural “CASA REDE” a sua coletânea de quadros “MVUMA” mais tarde fez aparições em muitos eventos culturais da cidade de Luanda. Em 2021 foi convidado para trabalhar na produtora de audiovisual e cinema GERAÇÃO 80 como técnico de direção de arte. Em 2022 entrou para a plataforma AFRICANISM ART GALLERY e participou na sua primeira residência artística ATELIER MUTAMBA, onde depois de 5 meses exibiu o seu vídeo arte AZUL LUANDA.

Jamil Osmar Ramos (Parasol) é um curador, artista e desenvolvedor de videojogos, angolano, formado na universidade LISAA, uma das melhores escolas de desenvolvimento de videojogos em França. Com a sua abordagem única à arte, grande criatividade e conhecimento, trabalhou, com, e para vários artistas e galerias em Luanda. Foi o curador da Exposição Hypnosis by Jahmek Contemporary Arts e trabalha no crescimento artístico de Angola escrevendo e iniciando conversas sobre arte, o Eu, o Ser e a sociedade angolana.

Kristof Degrauwe é um artista belga que vive em Luanda desde setembro de 2019. Ele começou a trabalhar intensamente com fotografia analógica em preto e branco nos anos 90. Essa abordagem clássica da fotografia resultou em algumas séries: ‘Désir Désert’ (abstratas paisagens desérticas na região do Golfo), ‘The Hidden Mask’ (um mergulho no mundo das máscaras congolesas) e ‘Black Orpheus’ (uma homenagem a Rotimi Fani Kayode). Todos eles foram exibidos em vários países, incluindo Nigéria, Brasil e Bélgica. Em 2012, ‘The Hidden Mask’ foi publicado como um livro de fotografia. Em Luanda apresentou duas exposições: A MÁSCARA OCULTA no Museu de Antropologia (maio 2021), e MUNDOS PARALELOS na galeria Espaço Luanda Arte (junho 2022).

O CORPO TÂNTRICO exibe 32 obras em diferentes suportes fotografia, vídeo, desenho, pintura, instalação e performance que estarão patentes no Camões- Centro Cultural Português, até dia 11 de março, nos seguintes horários: segunda a quinta-feira, entre as 9h e as 13h e as 14h e as 17h; e sexta-feira, entre as 9h e as 13h.