Connect with us

Mundo

Número de mortos ultrapassa os 9.600 na Turquia e Síria

Published

on

Novo balanço provisório actualizado na manhã desta quarta-feira, 8, pelas autoridades turcas, distam para mais de 9.600 o número de mortos após os fortes sismos que atingiram na segunda-feira o Sudeste da Turquia e a Síria.

Na Turquia, morreram 7.108 pessoas, de acordo com a agência turca de Gestão de Catástrofes. Há ainda registo de 37.011 pessoas feridas. Já na Síria, pelo menos 1.280 pessoas morreram na parte noroeste do país controlada pelos opositores ao regime de Bashar al-Assad, segundo a organização não governamental Capacetes Brancos.

Mas, “este número deverá aumentar significativamente devido à presença de centenas de famílias debaixo dos escombros”, acrescentou a mesma organização. Na parte do país controlada pelo Governo as autoridades oficiais reportaram 1.250 vítimas mortais.

Em alguns locais do lado turco, as equipas de resgate já não estão numa operação de salvamento, mas apenas de recuperação dos corpos presos nos escombros dos 5.775 edifícios que ruíram, relata a Al-Jazeera. Isto porque as temperaturas muito baixas que se fazem sentir tornam esta operação numa corrida contra o tempo, já que à medida que as horas passam as hipóteses de salvamento vão-se reduzindo.

Mas continuam a ser resgatadas dezenas de pessoas e as redes sociais vão inundando de vídeos com pedidos de socorro de pessoas que ainda estão presas nos escombros.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou na terça-feira que 23 milhões de pessoas estão “potencialmente expostas, incluindo cerca de cinco milhões de pessoas vulneráveis”, depois de já ter referido que teme “balanços oito vezes maiores que os números iniciais”.

A Turquia registou o epicentro dos sismos de magnitude 7,7 e 7,6 na escala de Richter. Até agora, foram contabilizadas 435 réplicas de menor intensidade nas zonas afectadas, nas quais estão a trabalhar mais de 60.000 pessoas em missões de buscas e salvamento e remoção de escombros, no âmbito de um dispositivo que conta com mais de 100 aviões e helicópteros destacados.

Com agências internacionais