Connect with us

África

Novo presidente do Gabão tomará posse na segunda-feira

Published

on

Os militares golpistas anunciaram que o novo homem forte do Gabão, general Brice Oligui Nguema, que derrubou o presidente Ali Bongo Ondimba, tomará posse como “Presidente de transição” na segunda-feira, perante o Tribunal Constitucional.

A junta anunciou, igualmente, a “criação progressiva de instituições de transição” e prometeu que o país respeitará todos os seus “compromissos externos e internos”.

Por outro lado, a principal plataforma da oposição gabonesa, Alternância 2023, apelou às forças militares que derrubaram o presidente Ali Bongo a concluírem a contagem dos boletins de voto, a fim de reconhecerem a “vitória” do seu candidato, Albert Ossa, 69 anos, ex-ministro do pai de Ali – Omar Bongo entre 2006 e 2009.

União Africana

A União Africana exigiu esta sexta-feira, a libertação imediata do Presidente deposto do Gabão, Ali Bongo Ondimba, que se encontra em prisão domiciliária desde o golpe de Estado levado a cabo, na última quarta-feira, pelos militares.

O Conselho de Paz e Segurança (CPS) da organização exigiu através de uma declaração emitida a partir da sede da UA em Adis Abeba, “a libertação imediata e a garantia dos direitos humanos, da integridade pessoal, da segurança e da saúde do Presidente Ali Bongo Ondimba, dos membros da sua família e dos membros do seu Governo”.

No comunicado, em que se divulgam as decisões tomadas na reunião de urgência do Conselho para analisar a crise no Gabão, realizada, na quinta-feira, em Adis Abeba, reitera que a UA suspendeu o Gabão como membro da organização pan-africana “até ao restabelecimento da ordem constitucional”.

Colunistas