Connect with us

Economia

Nocal prevê despedir mais de cem trabalhadores

Published

on

A cervejeira Nocal pretende despedir mais de cem trabalhadores por alegados problemas técnicos e baixa comercialização de seus produtos.

Segundo Lucas João, primeiro secretário sindical da referida cervejeira, a direcção da empresa alega que a rescisão dos contratos deve-se à situação crítica económica que se está vivenciando no país, bem como a baixa comercialização do produto.

Para os funcionários esta seria uma estratégia por parte da empresa da Nocal em rescindir o contrato com os funcionários que possuem um vínculo de efectividade com a referida empresa.

Para Américo Matenda, “a situação dos despedimentos é injustificável, na medida que, a produção da cerveja continua a ser feita e vendida localmente”, considera.

Realçar que a mesma empresa possuía, até 2020, um total de 1500 funcionários e este número viu-se declinando para 800 até 2023.