Connect with us

Mundo

Nigéria: ataque de grupos armados provoca pelo menos 27 morto

Published

on

Uma nova vaga de ataques de grupos armados fez pelo menos 27 mortos no norte da Nigéria, declararam hoje à agência France Presse habitantes no estado de Zamfara, sublinhando a insegurança neste país da África ocidental.

Na quinta-feira, presumíveis ladrões de gado lançaram represálias contra duas aldeias no estado de Zamfara, depois do linchamento de um membro do grupo por parte dos habitantes da localidade.

O exército nigeriano foi enviado para aquela zona, a fim de combater os insurrectos.

“Em Kabaro, 20 pessoas foram mortas e sete outras foram abatidas em Danmami”, declarou à France Presse um habitante de Kabaro, Lawwali Usmanu, precisando que os assaltantes se deslocavam em motos.

Usmanu referiu que as vítimas foram “enterradas na manhã de hoje antes dos acontecimentos desta sexta-feira”.

“Os autores são os mesmos ladrões de gado que nos aterrorizam ao longo dos anos, roubando o nosso gado e obrigando as pessoas a darem-lhes alimentos”, disse um outro habitante, Bubr Murtala, acrescentando que “tudo o que há para defesa são espingardas artesanais, enquanto os bandidos usam armas de fogo modernas”.

O porta-voz da polícia do estado de Zamfara, Mohammed Shehu, confirmou os ataques, mas recusou fornecer um balanço de vítimas no presente.

Em meados deste mês, 26 pessoas foram mortas num ataque atribuído a ladrões de gado, no distrito de Anka, enquanto algum tempo antes 36 outras perderam a vida num ataque idêntico realizado por homens armados em motos, na localidade de Bawar-Daji.

A Nigéria, o país mais populoso em África (180 milhões de habitantes), tem o exército em grande parte do território, para tentar erradicar a proliferação da violência, a insurreição de ‘jihadistas’ de Boko Haram, os confrontos entre criadores de gado e agricultores no nordeste e as sabotagens pelos grupos rebeldes no sul.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *