Connect with us

Lifestyle

Neta de Nelson Mandela acusa Harry e Meghan de lucrarem “milhões” à custa do avô

Published

on

Ndileka Mandela acusou o príncipe Harry e a mulher, Meghan Markle, de “usarem” o legado do avô, Nelson Mandela, para lucrarem com o documentário que gravaram para a Netflix.

“Fiz as pazes com as pessoas que usaram o nome do avô, mas continua a ser profundamente irritante e aborrecido todas as vezes que isso acontece“, desabafou em declarações ao Australian.

Harry disse que a série documental, que foi para o ar no mês passado, foi inspirada em Nelson Mandela e feita em parceria com a Fundação Nelson Mandela.

Entretanto, a neta do activista sul-africano, Ndileka Mandela, disse que não ficou feliz quando soube que o príncipe e a mulher referiram o nome do avô no âmbito do projecto, defendendo que as pessoas “têm usado o seu legado porque sabem que o nome vende – não sendo Harry e Meghan diferentes”.

Ndileka realçou, igualmente, que o casal tem “usado” frases do avô para “atrair pessoas e fazer milhões”, sem qualquer tipo de benefício para a família de Mandela.

Apesar de admirar Harry por “ter tido a confiança para sair” da realeza, defende que essa decisão “teve um preço” e que o príncipe “precisa de ser autêntico e cingir-se à sua própria história”.

Importa ressaltar que não foi a primeira vez que a neta de Mandiba chama a atenção para o assunto. A mesma também já criticou Meghan pelos comentários que fez durante uma entrevista o ano passado, na qual comparou as celebrações do seu casamento com a saída de Nelson Mandela da prisão.