Connect with us

Mundo

“Não sou um homem da política”, disse juiz brasileiro Sergio Moro em 2016

ornal Estadão recordou entrevista dada em 2016 pelo juiz brasileiro Sergio Moro, que aceitou esta quinta-feira ser ministro da Justiça na administração de Jair Bolsonaro.

Published

on

O juiz brasileiro Sergio Moro, responsável pelo processo Lava Jato, que levou à condenação do antigo presidente Luiz Inácio Lula da Silva por corrupção, aceitou esta quinta-feira ser o ministro da Justiça na administração de Jair Bolsonaro, que tomará posse como presidente do Brasil no primeiro dia de janeiro do próximo ano.

O nome do magistrado já havia sido avançado como uma possibilidade na pasta da Justiça, mas, como recorda o jornal Estadão, sempre negou essa possibilidade.

“Sou um homem de Justiça e, sem qualquer demérito, não sou um homem da política”, asseverou o magistrado judicial em 2016.

Antes do encontro com Jair Bolsonaro, onde foi decidida a sua nomeação, Moro afirmou que o Brasil precisa de uma “agenda anticorrupção”, além de ter considerado “surpreendente” que o critiquem por conversar com “um presidente que foi eleito por 50 milhões de pessoas”.

https://acervo.estadao.com.br/pagina/?fbclid=IwAR3ABMVDgdBKOWLLxB9cy-zvRw_w3R9_YrQRtkTbYhwOl1RKa1brigdefa8#!/20161106-44945-nac-1-pri-a1-not?utm_source=facebook:newsfeed&utm_medium=social-organic&utm_campaign=redes-sociais:112018:e&utm_content=:::&utm_term=

C/ NM

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas