Connect with us

Politica

“Não fará diferença” – Isaías Kalunga minimiza saída da JURA do CNJ

Published

on

“A saída da JURA não fará diferença, pois é apenas mais uma organização juvenil, num universo de 780 organizações que fazem parte da plataforma do CNJ”, minimizou Isaías Kalunga, o anúncio feito por Nelito Ekuikui, esta quarta-feira, 05, sobre a saída do braço juvenil da UNITA do Conselho Nacional de Juventude.

Segundo o secretário da JURA, o rompimento deveu-se por, no seu entender, o CNJ não “representar aquilo que considera serem as aspirações dos jovens angolanos”.

“A JURA é mais uma e no CNJ não olhamos para o poder que elas representam politicamente ou na Assembleia Nacional, mas sim o valor acrescentado com ideias, projectos para alavancar a juventude e nação. Só no dia de hoje recebemos dez novas propostas para novas associações se tornarem membros”, disse ontem à imprensa, Kalunga.

Contudo, Nelito Ekuikui deixou em aberto a possibilidade do regresso da JURA aos órgãos deliberativos e executivos do CNJ quando, segundo o secretário, “esta plataforma juvenil de Angola voltar ao propósito e espírito da sua criação”.

Entretanto, Isaías Kalunga garantiu que irá reunir a direcção do CNJ a fim de “responder a medida administrativamente”.

“Esta resposta servirá de exemplo e modelo a todas as nossas estruturas, de Cabinda ao Cunene, pois o CNJ tem 32 anos de existência e qualquer assunto relacionado a instituição não pode ser levado para a rua desta forma”, avançou.

Nelito Ekukui anuncia retirada da JURA do CNJ