Connect with us

Economia

Namibe: comboio de passageiros volta a circular depois de três anos

Published

on

Depois de três anos fora de circulação, o comboio de passageiros na província do Namibe, entrou novamente em circulação ontem, na ligação entre os municípios da Bibala e Moçâmedes.

Foi por conta da pandemia da Covid-19, que foi suspensa a circulação do comboio.

Na cerimónia de relançamento da circulação do comboio, foram disponibilizados 150 bilhetes gratuitos às populações.

Para as viagens normais, o Presidente do Conselho de Administração do Caminho de Ferro de Moçâmedes, António Coelho, avançou que o preço do bilhete está fixado em 500 Kz, para permitir a circulação de pessoas e bens.

Nesta fase de retoma dos comboio, acrescentou o gestor, foi colocado em circulação, um comboio com uma locomotiva e três vagões que terão três frequências semanais.

António Coelho sublinhou que cada carruagem do comboio transporta até 70 passageiros.

“Achamos para já que é suficiente para termos o comboio a ir e vir na descendente”, disse acrescentado que a viagem de comboio oferece maior segurança aos seus passageiros.

Entretanto, prometeu ainda melhorar a garantia de segurança, exortando os passageiros a aderirem aos serviços do caminhos de Ferro de Moçâmedes.

Já a Administradora da comuna da Lucira, Marília Inácio, acredita que a retoma do comboio vai facilitar a movimentação dos produtos marinhos e do campo, alavancando desta forma a economia da região sul do país.

Colunistas