Connect with us

Politica

Muzemba desafia Francisco Viana a renunciar mandato de deputado

Published

on

“Aconselho o Francisco Viana a renunciar ao mandato, ao invés de pedir desvinculação”, disse Mfuca Muzemba.

O coordenador do projecto político “Esperança”  desafiou nesta segunda-feira, 18, o empresário e político Francisco Gentil Viana, a renunciar  ao cargo de deputado e não desvincular-se, conforme fê-lo, em carta enviada a líder do Parlamento angolano, Carolina Cerqueira.

Mfuca Muzemba, que falava na manhã de hoje no espaço Revista de Imprensa, da Rádio Correio da Kianda, frequência 103.7, em que é comentador residente, convidado a comentar o assunto que marcou o fim-de-semana, considerou a solicitação feita por Francisco Viana à Assembleia Nacional, de desvincular-se ao Grupo Parlamentar da UNITA, como sendo uma manifestação “incoerente”, por entender, segundo o político, que a renúncia por parte de Francisco Viana faria mais sentido do que a desvinculação.

“Tu quando és candidato a deputado subscreves a um acto de compromisso e este acto de compromisso te vincula ao grupo pelo qual você vai ser eleito, ou seja, a eleição aqui ainda é do modelo partidário”, começou por dizer, Muzemba.

“Só ele próprio sabe por consciência porquê que tomou esta decisão, mas, se tivéssemos que ser coerentes e decentes na política, talvez o que eu poderia pedir é que, ao invés de desvincular-se do grupo parlamentar, poderia ter renunciado o seu mandato para fazer a luta cívica e política fora do grupo que o elegeu para o parlamento”, desafiou, Mfuca Muzemba, a Francisco Viana, acrescentando ser um apelo, para que Francisco Viana, não seja visto como um “oportunista”.

Vale lembrar, que, em declarações à Rádio Correio da Kianda, no jornal da noite deste domingo, 17, o antigo político do MPLA e presidente da Federação dos Empresários Angolanos falou sobre o seu pedido para tornar-se deputado independente.

“Teremos vários congressos esse ano, um deles é o Congresso da Nação, e não posso chegar com chapéu partidário. Não me desvinculei, pedi apenas para ficar independente”, explicou, não tendo certeza se o seu pedido de saída do GPU possa vir a  criar algum desconforto dentro dentro da Frente Patriótica Unida.

Francisco Viana integrou a lista de deputados da UNITA nas eleições de 2022, no âmbito da FPU, que visou congregar membros do Bloco Democrático, do projecto político PRA-JA Servir Angola e de individualidades da sociedade civil.