Connect with us

Mundo

“Mundo está na iminência de uma nova guerra mundial”, avisa Medvedev

Published

on

O vice-presidente do Conselho de Segurança da Rússia, Dmitry Medvedev, alertou esta terça-feira, para o surgimento de uma nova guerra mundial à medida que as tensões nucleares aumentam e as preocupações com a mudança climática se intensificam.

“O mundo está doente e, muito provavelmente, na iminência de uma nova guerra mundial”, referiu Medvedev, numa conferência em Moscovo, citado pela Reuters.

As perspetivas de uma nova guerra mundial não apenas “persistem” mas também “crescem” “Uma guerra mundial pode ser evitada, mas não farei previsões. Previsões são uma tarefa ingrata”, acrescentou.

Segundo o representante do governo russo, a Europa está a sobreviver ao atual conflito na Ucrânia com “grandes dificuldades”, usando “combustível caro por razões políticas” enquanto as sanções não tiverem o esperado “impacto fatal” na Rússia.

Recorde-se que o presidente da Rússia, Vladimir Putin, afirmou, no final do ano passado, que a Rússia se defenderá “com todos os meios à sua disposição”.

Esta posição, segundo cita o The Guardian, foi dada a conhecer durante uma reunião do Conselho para o Desenvolvimento da Sociedade Civil e dos Direitos Humanos, que foi transmitida na televisão, e na qual Putin falou numa “luta” contra o Ocidente pelos “interesses nacionais” do país.

O chefe de Estado russo afirmou que as organizações de direitos humanos do Ocidente veem a Rússia como “um país de segunda classe que não tem o direito de existir” e, por isso, defendeu que “só pode haver uma resposta” da parte de Moscovo.