Connect with us

Economia

Multinacional americana inicia exploração de minério em Angola

Published

on

Duas aeronaves da empresa Anglo American partiram às 10 horas deste sábado, de Luanda, com destino para as províncias de Moxico e Cunene, para a realização de trabalhos de levantamento aerogeofísico, com base em cinco contratos assinados há dois anos com o Ministério dos Recursos Minerais Petróleo e Gás, para investimentos no sector mineiro.

Os técnicos da multinacional Anglo American estão em Angola para nos próximos três meses realizar o trabalho de prospecção com base nos métodos electromagnético e magnéticos nas duas províncias do sul do país.

O Presidente do Conselho de Administração (PCA) do Instituto Geológico de Angola (IGEO), Canga Xiaquivuila, que falava à imprensa no terminar doméstico do Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, disse que a intenção é melhorar e adquirir novas informações e bem como avaliar o potencial geológico do país.

Os subprogramas do Plano Nacional de Geologia, continuou, contemplam o levantamento aerogeofísico, o levantamento geológico e geoquímico bem como de estudos de superfícies, tendo destacado o primeiro por ser a fase em que se inicia todo o processo.

O PCA do IGEO avançou que a multinacional americana selecionou cinco áreas para o levantamento geofísico no país. Na província do Moxico serão feitos trabalhos de prospeção de minerais básicos, como cobre, cobalto, Niquel, entre outros, ao passo que no Complexo Anotesítico do Cunene, um dos maiores do mundo, estão previstas explorações magnéticas.

Uma das aeronaves vai proceder ao levantamento electromagnético na província do Moxico e outra o mesmo trabalho de levantamento na província do Cunene.

O responsável disse ainda que o processo de prospeção obedece às várias etapas, até se obter o mineral. O reconhecimento é a primeira, durante a qual se faz o estudo de localização e reconhecimento de existência. Logo a seguir faz-se o trabalho de descoberta, e a etapa do depósito. Vencidas que estarão estas etapas, procede-se o depósito dos recursos minerais, um processo que segundo fez saber, leva em média entre 10 e 15 anos, até se chegar a mina.

Garantiu por outro lado, que a instituição que dirige já fez os trabalhos correspondentes primeira etapa, razão pela os trabalhos que a multinacional Anglo American iniciou neste sábado, são de levantamento mais detalhados de mil metros entre linhas numa altitude de 120 metros, com o espaçamento de 200 metros entre linhas. As duas aeronaves vão voar a uma altitude de 60 a 80 metros.

Em termos de custos, cerca de 30 milhões de dólares é o valor necessário, em estimativas anuais, para a realização do trabalho.

A Anglo American é uma empresa multinacional que presença nos cinco continentes. Em África, para além de Angola, está presente na Africa do Sul.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas