Connect with us

Educação Financeira

Mudanças profissionais: 10 dicas para regressar ao mercado de trabalho

Published

on

De um momento para o outro você fica sem o seu emprego. Fica sem o rendimento que tinha por hábito receber. Já lhe aconteceu? Já imaginou?

Saiba que encontrar um novo posto de trabalho ou ficar sem ele são factos que acontecem todos os dias a centenas de milhões de cidadãos e cidadãs. E pode acontecer a si. No primeiro caso é excelente. No segundo, é horrível. E o lado horrível, uma catástrofe é de maior magnitude quando acontece para o género masculino. Ao homem cabe a responsabilidade de prover bens e renda (salário, rendimentos em geral) para a família. A gravidade aumenta consoante o número de membros da família, menores ou maiores de idade sob a sua dependência.

Mudanças profissionais são necessárias para crescer e entrar num novo ciclo de vida. Se não há solução para recuperar o seu trabalho, olhe em frente, limpe as lágrimas, berre se for precise e comece a “nova viagem” de encontrar o seu novo “lugar ao Sol”.

Deixo os meus dez (10) conselhos, que você leitor(a), eu já passei por isto na vida.

1- Actualize o seu Curriculum Vitae (CV);
2- Fale com pessoas que o/a podem ajudar;
3- Procure os melhores sites de emprego e comece a responder a eles;
4- Jornais diários em Angola e em Moçambique também publicam anúncios de emprego;
5- Esteja disponível para entrevistas e testes psicotécnicos;
6- Antes das entrevistas, pesquise sobre as empresa que o/a convocaram para as entrevistas;
7- Tenha e use roupas adequadas para as entrevistas;
8- Evite questionar nas entrevistas sobre salários. Aguarde a fase final do processo de selecção;
9- Tenha alguma paciência. Há processos de selecção e recrutamento mais lentos;
10- Saiba aceitar as rejeições quando receber e-mails de que não foi a pessoa escolhida. Se for a pessoa escolhida e lhe for oferecida uma proposta de emprego. Analise bem, pondere, e faça uma contraproposta bom senso.

Confie em Deus e confie em si mesmo(a). O mundo não termina com a perda de trabalho nem passa a ser o melhor dos “mundos” por ter encontrado o seu emprego. Tudo no equilíbrio.

Boa sorte!