Connect with us

Politica

Moxico: Sociedade civil afirma que discurso de João Lourenço defraudou as expectativas

Published

on

Os cidadãos da província do Moxico, ouvidos pelo Correio da Kianda, afirmam que o discurso do Presidente do MPLA João Lourenço, na ocasião o lançamento a pré-campanha Política do seu partido na cidade do Luena, defraudou  expectativa à população que aderiu ao acto político de massa. Os mesmos mostram-se insatisfeitos com as promessas deixadas pelo líder dos camaradas.

O activista Cívico Luis Paulo disse que as promessas feitas pelo Presidente do MPLA para o Moxico mostra claramente que em Angola os políticos é que sustentam as assimetrias regionais. Para ele, não se ouviu um discurso de compromentimento sobre as expectativas da população da província mais extensa do país.

“E a moldura humana presente no comício deu um cartão amarelo ao João Lourenço, dizendo que não estava satisfeito com as promessas que estavam a ser feitas”.

Segundo o também professor, a população queria ouvir do Presidente do MPLA promessas como a que tem vindo a fazer em outras províncias, de  construção de mais habitações, combate a fome e pobreza, construção de infraestruturas sociais – citando mesmo as prioritárias-, e para a situação de justiça a responsabilização pelos atos de corrupção.

Luis Paulo, reconhece a importância do anúncio da reabilitação das estradas inter-municipais. “O presidente foi feliz ao falar das estradas, sendo uma prioridade. Os municípios do Moxico não estão interligados por estradas, excepto o município de Camanongue”.

Para o jurista e activista Nelson Mucazo Euclides, o discurso de João Lourenço não trouxe qualquer novidade.

“o discurso do presidente do MPLA já era conhecido antes dele o fazer e nós já tínhamos tudo o que ele disse hoje. Por isso, não houve coisas novas, e as promessas feitas são resultados das nossas reclamações feitas durante o seu falhado mandato”, frisou.

Por outro lado, de acordo com o activista de Resistência do Bloco do Leste, esperava-se mais do líder o partido no poder.

“Estamos atentos e preparados, sabemos muito bem as manobras deste partido que nos governa já há meio século. “Nós os membros do Bloco de Resistência Leste esparávamos ouvir mais, mas infelizmente o senhor João Lourenço não conseguiu nos convencer. Ele falou repetidamente sobre situação das estradas, o que sempre falamos”, finalizou.

De recordar que o presidente o MPLA  e cabeça de lista dos Camaradas, discursou na manhã este sábado, no Luena, onde fez várias promessas, entre as quais, a construção de um caminho de ferro internacional, a construção da segunda fase da Centralidade dos Heróis dos Cangamba, reabilitação das estradas, entre outras.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.