" />
Conecte-se agora

Sociedade

Movimento dos estudantes considera “ser um roubo” preço das inscrições nas Universidades Públicas

António Sacuvaia

Publicados

on

- UAN inscri    es - Movimento dos estudantes considera “ser um roubo”  preço das inscrições nas Universidades Públicas

O movimento dos estudantes Angolanos, [MEA] promete sair as ruas em todo Pais, na primeira semana do mês de Janeiro, em protesto ao preço das inscrições nas Universidades Públicas , caso a direcção destas mesmas Universidades, não aceitar dialogar com o MEA, ou baixar o preço que é actualmente praticado.

Segundo o Presidente daquela organização dos Estudantes Angolanos, Francisco Teixeira, as Universidades Públicas do País, com destaque a de Agostinho Neto, têm estado a roubar os cidadãos, uma pática, que presume-se estar a enriquecer alguns dirigentes destas instituições de ensino superior, segundo acusa Francisco Teixeira.

“A UAN só no ano passado inscreveu mais de 80.000 candidatos por 4000kz cada candidato que equivale a 320.000.000 (trezentos e vinte milhoes) kz. Mas onde foi esse todo dinheiro? Apenas em papeis e tinteiros? Se o campus nem conseguem concluir e, ainda é orçamentada pelos valores provenientes do OGE! Se for a 6000kz que normalmente os estudantes pagam mais por uma questao de segurança, a UAN arrecada 480.000.00 ( quatrocentos e oitenta milhoes) kz. Considerou.

Para o movimento dos estudantes Angolanos, o valor das inscrições de acesso aos exames de ingresso actualmente praticado, para alem de ser um roubo, representa 25% do salário mínimo, o que tem levado a que muitos estudantes ávidos de entrar para Universidade desistam, tendo em conta o baixo nível económico das famílias.

O Movimento dos estudantes Angolanos, acusa a direcção da Universidade Agostinho Neto, de não ser transparente na gestão dos valores pago pelos estudantes no acto das inscrições, pelo que continuaram a reivindicar, e como solução, propõem o preço de 2000 kwanzas, para cada curso e 4000 para todas as opções, contra os 6000 kwanzas actualmente praticado, conforme fez saber Francisco Teixeira em entrevista ao Correio da Kianda.

“ A UAN não cumpriu com os pressupostos legais, como os preços devem ser aplicados, fê-lo a seu bel prazer para beneficiar interesses alheios” Disse!
Os argumentos apresentados pelo Movimento dos estudantes, já teve apreciação da Ministra do Ensino Superior, que remeteu o caso, a Direcção da Universidade Agostinho Neto, para que juntos, Movimento dos estudantes e a direcção da UAN possam sentar, numa data ainda por definir, segundo fez saber Francisco Teixeira a este Jornal.

Continue Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Publicidade

Colunistas

Ana Margoso
Ana Margoso (9)

Jornalista

António Sacuvaia
António Sacuvaia (167)

Editor

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (8)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (10)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (41)

Jornalista

Victor Hugo Mendes
Victor Hugo Mendes (9)

Jornalista e Escritor

Walter Ferreira
Walter Ferreira (4)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

Publicação