Connect with us

Economia

Movicel conta com novo accionista e PCA

Published

on

A Movicel vai iniciar um novo ciclo na sua estrutura com os principais aparelhos de telecomunicações do Estado a assegurarem a estabilidade da operadora para os próximos anos, mas como novidade, entra como sócio um grupo económico de capital angolano, que segundo alguns especialistas pode ser um parceiro rentável.

Com estas alterações do capital social da empresa de telefonia movel, o Estado assegura a maioria das acções (57%) com quatro entidades nomeadamente, INSS (25%), Angola Telecom (18%), Infrasat (12%) e Correios de Angola (2%). Já a nova entidade denominada por GAFP – Investimentos e Participações, constituída em Janeiro de 2017,  assegurou 38% das acções da empresa.

Este novo accionista também já está neste sector, tem uma participação de 30% na Infrasat, o que em termos práticos significa, mais 3% no capital da telefónica. Tem a promessa do Governo de que vai contar com o apoio das empresas públicas representadas no capital social para fazer mudanças estruturais e alterações profundas no modo de funcionamento da Movicel.

A par da reunião na passada segunda-feira (28), a comissão dos accionistas da empresa nomeou como PCA, Filipe Zola, que é actualmente director para a área financeira do INSS, e tem um historial ligado à banca angolana e General Electric nos Estados Unidos.

Também em relação ao Conselho de Administração, serão também nomeados mais dois quadros não executivos para completar o órgão.

C/ Expansão