Connect with us

Mundo

Mortos na Faixa de Gaza aumentaram para mais de mil

Published

on

O número de mortos na Faixa de Gaza subiu para 1.200, informou hoje o Ministério da Saúde da Palestina, na sequência de um aumento dos bombardeamentos israelitas sobre o enclave palestiniano controlado pelo movimento islamita Hamas.

“O número de mártires subiu para cerca de 1.200 e o número de feridos para cerca de 5.600”, afirmou um porta-voz do Ministério.

Um balanço anterior das autoridades de saúde apontava para pelo menos 1.100 mortos e 5.339 feridos.

Entretanto, mais de 338.000 pessoas foram obrigadas a fugir de casa, na Faixa de Gaza, que está cercada e a ser bombardeada pelo exército israelita, disse o Gabinete de Coordenação de Assuntos Humanitários da ONU (OCHA).

No final do dia de quarta-feira, o número de pessoas deslocadas neste território densamente povoado, com cerca de 2,3 milhões de habitantes, tinha “aumentado em mais 75.000, para 338.934”, declaro, em comunicado, o OCHA.

O Hamas, no poder na Faixa de Gaza desde 2007, lançou a 07 de Outubro um ataque surpresa contra o território israelita, sob o nome de operação “Tempestade al-Aqsa”, com o lançamento de milhares de ‘rockets’ e a incursão de rebeldes armados por terra, mar e ar.