Connect with us

Sociedade

Morreu o escritor angolano António Gonçalves

Published

on

Morreu, na noite desta quarta-feira, 14, em Luanda, vítima de doença, o escritor angolano António Gonçalves. A informação foi confirmada por fonte próxima ao poeta.

António Gonçalves começou a escrever aos 13 anos, sendo a sua primeira narrativa, “Cenas que o musseque conhece”, lançada em 1978.

Em 1980, entra para a Brigada Jovem de Literatura e nesse mesmo ano contribui com o poema “Reflexão” para uma antologia dedicada ao fundador da nação, António Agostinho Neto.

Na década de 80, dedicou-se exclusivamente à produção poética. Publicou “Gemido de Pedra” (1994), “Veros Libertinos” (1995), “Adobe Vermelho da Terra” (1996) e “Buscando o Homem” (2000).

Escreveu ainda “Gemido de Pedra” (1994), “Versos Libertinos” (1995), “Umbral de Transmutações” (2009) (edição bilingue: Português e Espanhol).

António Gonçalves foi secretário-geral da União dos Escritores Angolanos, de 1994 a 2000.

Por Angop 

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *