Connect with us

Luto

Morreu Manu Dibango, vítima do novo coronavírus

Redação

Published

on

O conhecido músico camaronês Manu Dibango morreu nesta terça-feira, 24, em Paris, na França, após ter contraído o novo coronavírus.

A morte de um dos maiores músicos africanos, de 86 anos, foi confirmada pelo seu editor, Thierry Durepaire, no Facebook: “Ele morreu nesta manhã num hospital na região de Paris”.

O editor musicial acrescentou que “o funeral será realizado em estrita privacidade e um tributo à sua memória será organizado logo que possível”.

O saxofonista foi um dos pioneiros do chamado “afro-jazz” e deixou marcas
indeléveis na música mundial, tendo também fundido o funk com a música
tradicional camaronesa.

Dibango será lembrado por gerações, desde “Soul Makossa” de 1972.

Entre outros sucessos, incluem-se ‘Manu 76’, ‘Super Kumba’, ‘The World of Manu Dibango’, ‘Afrovision’, ‘Sun Explosion’, ‘Ambassador’, ‘Waka Juju’ e ‘Mboa’.

Ele chegou a atuar juntamente com a cantora cabo-verdiana Cesária Évora. Gravou o clássico “Diarabi” com o angolano Bonga para o disco Wakafrika, de 1994; em 2017, lançou o disco M&M com o jovem saxofonista moçambicano Moreira Chonguiça.

 

C/ VOA

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (23)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (75)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (14)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

© 2017 - 2020 Todos os direitos reservados a Correio Kianda. | Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.
Ficha Técnica - Estatuto Editorial RGPD