Connect with us

Mundo

Morreu Freitas do Amaral, fundador do CDS

Published

on

Diogo Freitas do Amaral foi fundador do CDS e várias vezes ministro, estava internado desde meados de setembro. O governo vai decretou luto nacional no sábado, dia em que se realiza o funeral.

O antigo presidente e fundador do CDS Diogo Freitas do Amaral morreu esta quinta-feira, confirmou fonte do CDS ao Observador. Freitas do Amaral encontrava-se internado nos cuidados intermédios no Hospital da CUF em Cascais desde meados de setembro.

O motivo do internamento estaria relacionado com hemorragias fortes, disse na altura uma fonte próxima da família ao Correio da Manhã. Diogo Freitas do Amaral, professor catedrático de Direito e antigo ministro português dos Negócios Estrangeiros, de 78 anos, encontrava-se “nos cuidados intermédios a realizar exames clínicos”. O antigo fundador do CDS tinha um cancro nos ossos e estava a ser seguido na Fundação Champalimaud, avançou à data o Correio da Manhã.

Diogo Pinto Freitas do Amaral, professor universitário, nasceu na Póvoa de Varzim em 21 de julho de 1941. Além de fundar e presidir o CDS, Diogo Freitas do Amaral fez ainda parte de governos da Aliança Democrática (AD), entre 1979 e 1983, e mais da tarde do PS, entre 2005 e 2006, após ter saído do CDS em 1992.

Foi primeiro-ministro interino após a morte de Francisco Sá Carneiro e ministro dos Negócios Estrangeiros de um governo socialista (2005 a 2006).

No final de junho deste ano, Freitas do Amaral lançou o seu terceiro livro de memórias políticas, intitulado ‘Mais 35 anos de democracia – um percurso singular’, que abrange o período entre 1982 e 2017, editado pela Bertrand.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *