Connect with us

Luto

Morreu Dom Francisco Viti arcebispo emérito do Huambo

Published

on

Faleceu este sábado, 15, em Luanda, aos 90 anos, o arcebispo emérito do Huambo, Dom Francisco Viti, no Complexo Hospitalar Cardeal Dom Alexandre do Nascimento, depois de um período longo de internamento, após sofrer um acidente de viação, em Fevereiro deste ano.

O acidente ocorreu no município de Tchicala Tcholoanga, província do Huambo, quando saía de uma missão pastoral na Diocese de Menongue, o que lhe levou a ser submetido a uma cirurgia.

Nascido a 15 de Agosto de 1933, na Ganda, província de Benguela, Francisco Viti foi ordenado sacerdote em 14 de Julho de 1963.

O Papa Paulo VI nomeou-o a 10 de Agosto de 1975 como o primeiro bispo da Diocese de Serpa Pinto (Menongue), que foi edificada na mesma data. O delegado apostólico em Angola, Giovanni de Andrea, consagrou-o a 28 de Setembro do mesmo ano.

A 12 de Setembro de 1986, o Papa João Paulo II nomeou-o arcebispo do Huambo, tendo renunciado ao cargo a 31 de Julho de 2003.

Dom Francisco Viti foi consagrado bispo em tempos difíceis da História de Angola, pois teve muitas vezes de arriscar a vida no cumprimento da missão de proclamar o evangelho para que chegasse aos seus irmãos.

Depois de Menongue, o prelado seguiu para o Huambo, onde viveu intensamente o seu episcopado, assim como os problemas e as angústias do seu “rebanho”, tendo contribuído significativamente na edificação da Igreja Católica em Angola, através da formação de obreiros.