Connect with us

Luto

Morre o cantor cabo-verdiano Jorge Neto

Redação

Published

on

Faleceu em Lisboa (Portugal), na manha desta quinta-feira, 20, o conhecido e popular cantor Jorge Neto, na sequência de um duplo AVC (Acidente Vascular Cerebral), sofrido no final do ano passado. Neto morreu no Hospital Amadora-Sintra.

Jorge Neto tinha sido submetido a uma cirurgia de urgência na cabeça, num dos hospitais de Lisboa (em Portugal), na sequência de um duplo AVC sofrido no final de Dezembro de 2019.

Depois disso, Neto continuou internado durante longos dias, em coma induzido, seguindo-se diligências dos familiares e amigos para transferi-lo para uma Clínica de Reabilitação. Para tanto, esperavam contar com o apoio financeiro dos amigos.

O cantor “acordou” no passado dia 17 de Janeiro, altura em que  o seu produtor Augusto Veiga (“Gugas”), considerou que estava “fora de perigo”.

A partir de 17 de Janeiro, Neto começou a reagir e a dar sinais somente com o olho direito e com a mão direita.

“Neste momento a sua situação clínica está estável, está fora de perigo, mas ainda a sua recuperação é um pouco lenta. Ele está a comunicar, está consciente e a dar sinais de que reconhece as pessoas que estão com ele no quarto”, avançou “Gugas”, na altura.

Devido às sequelas que o cantor teve, Augusto Veiga reconheceu que a recuperação numa Clínica é a melhor solução do que em casa.

É neste sentido que a família, em parceria com a Embaixada de Cabo Verde em Lisboa, estava a procurar uma Clínica de Reabilitação para transferir o cantor.

Neto deixa esposa e três filhos menores.

Jorge Neto conhecido pela sua performance no palco e pela sua emblemática frase “Uhau!!!”, sofreu um duplo AVC no dia 30 de Janeiro deste ano, em sua casa (em Lisboa), mas, antes, disso quando tentava viajar para Cabo Verde, onde tinha agendado um “Show” de passagem de ano em São Vicente, sentiu-se mal no Aeroporto de Lisboa.

Foi o segundo AVC que o artista sofreu, uma vez que, em finais de 2012, também passou pela mesma situação.

Filho de mãe cabo-verdiana, Jorge Neto nasceu em São Tomé e Príncipe em 1964. Fez os estudos secundários em Portugal e, para fugir ao serviço militar obrigatório, emigrou para a Holanda.

Tornou-se conhecido do público cabo-verdiano ao participar, enquanto representante da Diáspora, numa Edição do Concurso de Vozes “Todo Mundo Canta”, na década de 1980, na Cidade da Preaia – a Capital de Cabo Verde.

Fez sucesso na Holanda e noutros países da Diáspora, bem como em Cabo Verde ao lado da mítica Banda “Livity”, enquanto vocalista.

Acarinhado pelo público pela sua energia em palco, que já lhe valeu um galardão nos “Cabo Verde Music Awards”, Jorge Neto viria a sofrer, em finais de 2012, um AVC, do qual levou algum tempo a recuperar-se.

Em 2016, na II Edição da Gala “Somos Cabo Verde”, onde recebeu o Prémio de Mérito e Excelência, fez um dueto improvável com Mayra Andrade, com o tema “Sem Ninguém”.

Depois de 11 anos sem gravar um disco, Jorge Neto lançou, em 2016, “Nha Palco”.

Do seu currículo constam nove álbuns, nomeadamente: “Dja ca Da”; “Jorge Neto”; “Papia Bu Manera”; “Dia Diferente”; “Neto e Cabo Verde”; “Boca Povo”; “Rapaz Novo” e “Harmonia”, estes dois últimos ao lado dos “Livity”, e, por ultimo, “Nha Palco”.

 

C/ A NAÇÃO

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (20)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (74)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (14)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania