Connect with us

Sociedade

Moradores do Dande querem mais indústrias na região

Published

on

A população do município do Dande, província do Bengo, enfrenta uma série de dificuldades, como falta de emprego e serviços sociais. Por isso, clamam por apoio dos investidores nesta região.

As preocupações foram levantadas por inúmeros munícipes, que durante a entrevista ao Correio da Kianda, lamentaram a falta de emprego, serviços sociais e investimento do sector privado, em particular as indústrias que, segundo eles, poderiam gerar mais emprego à população.

De acordo com o taxista, Gaspar Domingos Agostinho, “com o agravar da crise financeira que assola o país, a população, com realce para a juventude no Bengo, está carente de emprego, por não existir empresas ou indústria do sector privado que poderiam ajudar o Estado a empregar os habitantes do Dande e os demais municípios”.

O jovem apela às autoridades locais que criem políticas concretas de empregabilidade:

“Gostaria que os dirigentes governamentais criassem mais oportunidade de emprego, porque a fase da juventude é a mais crítica. Se não fizer hoje, pode ser que na velhice não fará mais nada”, reforçou.

Também em declarações ao nosso jornal, a vendedora Julieta Isaac, carinhosamente tratada por “Sangue na veia”, relatou o sofrimento que passa todos os dias.

“Aqui é só sofrimento na corrida com os fiscais, e se ficar em casa a fome está a pedir. Quando você fica em casa sentado não se consegue dar qualquer coisa para as crianças”, disse.

A senhora Julieta, durante a entrevista, mostrou-se disposta em deixar de vender nas principais ruas de Caxito, caso consiga um emprego.

“Estou disposta a deixar de “zungar”. Se pelo menos aparecer um emprego, fico a trabalhar para me sustentar e a minha família”.

O jovem Matias João, mecânico, mostrou-se decepcionado com várias promessas de empregabilidade na província:

“O emprego é que mais nós, os residentes do Bengo esperamos, mas o governo só promete, desde princípio do ano que nos prometeram mas não estamos a ver nada”, disse e acrescentou também que o Bengo precisa de indústrias para ajudar a diminuir o desemprego”.

O município do Dande é a capital da província do Bengo com 222.528 habitantes, de acordo com os dados do censo 2014. É composto por cinco comunas, entre as quais, Barra do Dande, Caxito, Mabubas, Kicabo e Úcua.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Daniel Sapateiro
Daniel Sapateiro (17)

Economista e Docente Universitário

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (25)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (89)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (21)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania