Connect with us

Mundo

Moçambique: profissionais da saúde paralisam actividades por 30 dias

Published

on

Os profissionais de saúde de Moçambique paralisaram as suas actividades nesta segunda-feira, 29, por um período de 30 dias em todo país.

A medida segundo a Comissão Sindical, tem como objectivo pressionar o Governo a responder às reivindicações dos profissionais para melhores condições de trabalho, nomeadamente salariais.

Segundo a porta-voz do movimento, Assucena Zunguza, o Governo moçambicano “não tem honrado com os compromissos acordados na mesa de negociações, no ano passado, e que levaram à suspensão da greve”.

Os trabalhadores grevistas avançam que as unidades sanitárias estão sem condições, não há medicamentos para tratar as doenças mais comuns, não há luvas, máscaras, seringas, agulhas, reagentes de laboratório, nem papel para imprimir documentos hospitalares e resultados de análises laboratoriais.