Connect with us

Mundo

Moçambique: El Niño deixa mais de 30 mil famílias sob ameaça de fome em Sofala

Published

on

Um total de 33 mil famílias estão sob ameaça de fome devido a seca na província de Sofala, centro de Moçambique, provocado pelo fenómeno climático El Niño.

De acordo com a directora do Serviço distrital das Actividades Económicas, o impacto da situação calamitosa é maior nas localidades de Guara guara, Bandué, Chissinguana, Nharongue e Estaquinha, onde a crise alimentar é quase uma realidade.

Sidónia Enosse, disse que a seca que se verifica no distrito do Búzi, levou nesta época à perda de cerca de duzentos mil hectares, sobretudo de culturas como o milho e arroz.

Lembrar que no final de Setembro passado, o Presidente de Moçambique, Filipe Nyusi, apelou à preparação da população e das entidades para os previsíveis efeitos do fenómeno El Niño no país nos meses seguintes, com previsões de chuvas acima do normal e focos de seca.

Moçambique é considerado um dos países mais severamente afectados pelas alterações climáticas globais, enfrentando ciclicamente cheias e ciclones tropicais durante a época chuvosa, que decorre entre Outubro e Abril.