Connect with us

Politica

MINTTICS preocupado com melhoria das condições de trabalho dos profissionais da comunicação

Published

on

O ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Manuel Homem, afirmou, neste sábado, estar em fase de execução o programa de implementação do qualificador profissional das empresas de comunicação social.

O programa, que foi reactivado, faz parte das estratégias do Executivo, por via do Ministério das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social para melhorar as condições de trabalho e sociais da classe.

O responsável, que falava na abertura do VI congresso ordinário do Sindicato dos Jornalistas Angolanos (SJA), ressaltou que o Executivo está apostado em colocar ao dispor dos jornalistas as condições ideias para o exercício da profissão.

Manuel Homem manifestou também o contínuo apoio à Comissão de Carteira e Ética no processo emissão das carteiras profissionais, bem como iniciaram e ampliaram a oferta formativa destinada a melhoria do desempenho das empresas e dos jornalistas, dotando-os de mais e melhores habilidades.

Apoio ao SJA

O ministro explicou terem, mediante consenso, prestado o apoio ao SJA para o tratamento e concretização de questões de interesse da classe e das empresas de comunicação social, assim como estão a promover, de forma inclusiva, a revisão do pacote legislativo da comunicação social para torna-lo actual, actuante e melhor alinhado a realidade do país.

Nesta conformidade, o governante reafirmou o compromisso em dialogar e colaborar com o SJA para melhoria das condições de trabalho e sociais da classe, com a implementação de um programa de reforço da relação com a classe jornalística, pautado num diálogo permanente com as distantes associações profissionais.

Elencou alguns princípios para contribuir positivamente no desempenho positivo das associações da classe, tais como a adesão voluntária, autonomia e independência das associações, gestão baseada na democracia, necessidade de informar, educar e formar os associados permanente e com rigor, interacção permanente entre os associados, a relação e colaboração da associação com o poder público, a participação económica dos associados.

Relativamente ao congresso, disse ser uma oportunidade de reforço e de ampliação da relação com as empresas de comunicação social, augurando deliberações susceptíveis de correcção de males que dificultam a realização de uma actividade jornalista digna de um bom rigor, isenção e responsabilidade.

No seu entender, o evento evidência o compromisso, unidade, coesão, harmonia dos membros do Sindicato dos Jornalistas Angolanos, desejando êxitos a nova direcção a ser eleita, e manifestado a sua disponibilidade para tornar a classe forte e interventiva na resolução dos problemas da classe e defesa da cidadania, soberania, liberdade de expressão e de convivência pacifica entre os angolanos.

A realização dos VI congresso ordinário do Sindicato dos Jornalistas Angolanos visa renovar o mandato dos seus órgãos sociais, promover a discussão e reflexão em torno das questões que preocupam a classe e as empresas estatais e privadas.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Daniel Sapateiro
Daniel Sapateiro (6)

Economista e Docente Universitário

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (25)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (88)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (21)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

© 2017 - 2021 Todos os direitos reservados a Correio Kianda. | Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.
Ficha Técnica - Estatuto Editorial RGPD