Connect with us

Angola que dá certo

Ministro enaltece talento dos jornalistas angolanos vencedores do prémio SADC

Published

on

O ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Mário Oliveira, reconheceu nesta  segunda-feira, 11, o talento e dedicação dos  quatro jornalistas angolanos vencedores do Prémio SADC de Jornalismo 2023, nas categorias de Imprensa, Rádio e Televisão.

Francisca Augusto e Venceslau Mateus, ambos da Agência Angola Press (Imprensa), Luís Mamana, da Rádio Nacional de Angola e Ernesto Bartolomeu da Televisão Pública de Angola, vencedores do Prémio SADC de Jornalismo 2023, nas categorias de Imprensa, Rádio e Televisão, foram nesta segunda-feira premiados com certificados de mérito, num evento organizado pelo MINTTICS.

Orientado pelo Ministro do sector, Mário Oliveira, o acto contou com a presença  dos Secretários de Estado para Comunicação Social, Nuno Albino Caldas, e Alé Fernandes, Secretário de Estado para Telecomunicações e Tecnologias de Informação.

Mário Oliveira, destacou durante a cerimónia, a excelência jornalística demonstrada pelos profissionais angolanos, considerando o feito alcançado como um testemunho do compromisso contínuo para com a integridade e a pesquisa rigorosa.

“As peças premiadas informam, envolvem e educam o cidadão, demonstrando a vitalidade do jornalismo angolano”, realçou.

Sublinhou o Ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social no seu discurso, que o prémio SADC de jornalismo desempenha um papel capital, como guia de incentivo e de distinção para a criatividade e a investigação jornalísticas na região da África Austral. “O prémio reconhece igualmente os esforços  dos nossos jornalistas em contar  histórias convincentes e encoraja-os para uma competição saudável e um desejo de melhorar continuamente”, disse.

Reforçou o Ministro, que a informação angolana deverá continuar a melhorar para posicionar Angola entre os países de África com os melhores índices relacionados com a liberdade de imprensa e o acesso à informação.

Colunistas