Connect with us

TRANSPORTES

Ministro dos Transportes destaca papel de Angola na aviação civil africana

Published

on

O ministro dos Transportes, Ricardo Veigas de D’Abreu, destacou esta sexta-feira o envolvimento da Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) na facilitação do curso sobre o Planeamento Director da Aviação Civil (CAMP), “com uma clara indicação do empenho do Estado angolano na cooperação regional e internacional”.

De acordo com uma nota, enviada ao Correio da Kianda, o governante falava durante o encerramento do primeiro curso sobre o Planeamento Director da Aviação Civil (CAMP), realizado, em África, que decorreu no país, de 3 a 7 de Abril.

O evento beneficiou 26 técnicos médios e superiores da aviação civil dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), tendo tido o objectivo de capacitar os quadros dos sectores com competências para desenvolver, implementar e actualizar o CAMP.

“Foi com o claro objectivo de fornecer aos quadros superiores e médios das Autoridades de Aviação Civil dos Estados as competências necessárias para desenvolver, implementar e actualizar um Plano Director da Aviação Civil, incluindo a recuperação do sector dos impactos da Covid-19, em conformidade com as disposições pertinentes da ICAO”, assegurou o titular da pasta dos Transportes.

Por sua vez, a China que financiou a formação no quadro de uma chancela da Organização da Aviação Civil Internacional (ICAO), frisou através do seu embaixador em Angola, Gong Tao, presente na ocasião, que vai continuar a apoiar a ICAO.

“A China vai transformar o Fundo de Assistência a Cooperação Sul-Sul, para o Fundo de Desenvolvimento Grupal e Cooperação Sul-Sul, cujo o volume de financiamento aumentou 3 mil milhões para 4 mil milhões dólares americanos, para apoiar os países em desenvolvimento na implementação da Agenda 2030”, revelou o diplomata chinês.