Connect with us

Economia

Ministro de Estado defende contributo dos portos no desenvolvimento sustentável

Published

on

O ministro de Estado para a Coordenação Económica, Manuel Nunes Júnior, defendeu, nesta terça-feira, 15, em Luanda, o contributo dos portos da África do Oeste e Central no desenvolvimento sustentável dos países dos referidos blocos regionais do continente africano.

Manuel Nunes Júnior falava quando discursava na abertura do 42º conselho Anual de Gestão da África do Oeste e Centro, que decorre até ao dia 24 de Novembro da Escola Nacional de Políticas Públicas (ENAPP).

Para o governante angolano, os países que fazem parte da organização devem estudar mecanismos para as soluções energéticas e buscar soluções através das quais a utilização dos portos não contribua para as alterações climáticas e estejam a alturas dos desafios que elas trazem.

Manuel Nunes Júnior manifestou a sua preocupação relativamente às prováveis soluções energéticas para as infra-estruturas portuárias, para as soluções técnicas e tecnológicas, assim como para o tratamento dos resíduos líquidos e sólidos.

Reiterou, por outro lado, a construção de importantes infra-estruturas de transporte em curso no país, que permitiram o transporte de carga e passageiros com maior conforto e segurança.

“Vamos concluir a construção do Terminal Marítimo de Águas Profundas do Caio, província de Cabinda, bem iniciar o projecto da Zona Franca adjacente. Temos em curso o projecto de Desenvolvimento Integrado da Baía de Moçâmedes, dentre outros”, disse.

Os referidos projectos, de acordo com o governante, permitem aumentar a capacidade de produção e exportação, sobretudo, de recursos minerais, bem como a dinamização de outros sectores, com particular destaque para o turismo e a cultura.

“As infra-estruturas devem estar adequadas à redução de emissões de gases de efeito estufa, no quadro de soluções inovadores e eficazes para mitigar esses efeitos”, reiterou.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas