Connect with us

Sociedade

Ministra recomenda utilização de línguas nacionais em sala de aula

Published

on

O Ministério da Educação prevê a restruturação do II ciclo de aprendizagem do ensino primário, com a elaboração de materiais curriculares em algumas línguas nacionais de origem africana.

A informação foi prestada nesta segunda-feira, 25, em Luanda, pela ministra da Educação Luísa Grilo, que recomendou a utilização das línguas nacionais nas salas de aula, não apenas, como alternativa ao português.

O programa de reestruturação vai abranger a 5ª e 6ª classes, no âmbito da subcomponente 2.3 do Projecto de Empoderamento das Raparigas e Aprendizagem para Todos (PAT II).

A formação de formadores visa à produção de conteúdos escritos e ilustração de livros nas línguas Tchokwe, Kikongo Kimbundu, Nganguela, Olunyaneka, Oshiwambo.

A formação de autores de estórias em sete línguas angolanas de origem africana, decorre desde o início da semana com o término no próximo dia 5, para 35 professores, das 18 províncias.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *