Connect with us

Saúde

Ministra da Saúde visita maior fábrica de vacinas na Índia

Published

on

A ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, visitou, esta quinta-feira, a Serum Institute Of Índia, a maior unidade de fabrico de vacinas da Índia, situada na cidade Pune, para o reforço da cooperação entre os dois países.

Em nota de imprensa tornada pública, o Ministério da Saúde explica, que  a Serum Institute Of Índia,  fabrica mais de trinta vacinas diferentes para tratar doenças. “Destas vacinas, Angola faz aquisição de oito vacinas por intermédio da UNICEF”.

“Neste momento a Serum Institute Of Índia está a fabricar a vacina contra malária com uma eficácia de setenta por cento”, disse a ministra citada no mesmo comunicado.

A Serum Institute Of Índia fabricou a maior quantidade de vacinas contra Covid-19. A nível mundial é a maior fábrica com capacidade para produzir 3.5 biliões de doses de vacinas por ano.

A ministra que chefia a delegação angolana mostrou-se satisfeita no final da visita e do encontro com o director de Negócios Internacionais da fábrica, Vijay Patil, pelo facto desta cooperação permitir aquisição dos fármacos de forma mais directa e a vacina contra Malária ainda este ano.

“Angola espera continuar a contar com o apoio da Índia na fabricação de vacinas. Queremos uma relação profícua duradoura, disse a ministra, não só para aquisição de vacinas. Mas, para darmos o próximo passo que o nosso país preciso que é a fabricação de vacinas”, destacou.

Numa primeira fase, avançou, provavelmente será de enchimento e numa fase mais avançada “estaremos a entrar para um processo mais complexo”, assegurou a ministra, para quem “no futuro Angola será uma potência em África, também no domínio de fabricação de vacinas humanas”.

A delegação angolana participa da Pharma Live Expo 2023 que decorre de 1 a 3 de Março, no Centro de Exposições de Bombaim, na cidade de Mumbai.

Colunistas