Connect with us

Politica

Ministra confirma morte por negligência médica de paciente no Hospital Geral de Luanda

Published

on

A Ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, confirmou que a conclusão do inquérito levantado no início do mês de Dezembro, por ocasião da morte de uma cidadã de 42 anos, no Banco de Urgência do Hospital Geral de Luanda, dita negligência médica como a causa da morte prematura da paciente.

Sílvia Lutucuta fez saber que o inquérito foi concluído e medidas disciplinares estão a ser tomadas. “Agora que já temos o resultado final e depois de uma avaliação profunda da nossa área jurídica nós vamos nos pronunciar sobre esse aspecto e que medidas vão ser tomadas”, frisou.

A responsável da pasta da saúde do país, revelou que a exoneração da antiga direcção do Hospital Geral de Luanda deveu-se a conclusão do inquérito que ditou negligência médica na morte da cidadã no Banco de Urgência do HGL.

“As medidas vão ser tomadas e uma delas já foi a exoneração de toda a direcção da instituição” e ainda há outras medidas sancionatórias previstas na lei geral do trabalho e outras “se for o caso criminais, mas as áreas jurídica em breve nos irão aconselhar qual é a linha que devemos seguir, mas é para breve”, rebateu a ministra.

Lembrar, que o inquérito da morte da senhora de 42 anos será apresentado com detalhes nos próximos dias.

Continue Reading
1 Comment

1 Comment

  1. Danguelenguendja

    11/01/2023 at 10:05 am

    SO em Angola mesmo! como se deve punir ou exonerar uma administracao de um hospital publico sob tutela da Ministra da Saude e lea fica de parte. (??). nao seria a ministra a devicular-se e levar com ela toda a sua corja de incopetentes???

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *