Connect with us

Politica

Ministério das Telecomunicações diz que computadores foram trocados para cumprir regras de padronização

Manuel Camalata

Published

on

Num comunicado distribuído à imprensa nesta segunda-feira, 14, o Ministério das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social (MINTTICS) informa que tomou conhecimento de informações postas a circular sobre um alegado desvio de 40 computadores da escola Angola e Cuba.

“Houve sim, uma substituição planeada e coordenada dos meios instalados inicialmente, com o objectivo de adequar a sala informática com a capacidade que corresponde ao padrão de meios informáticos previstos no âmbito do projecto de massificação e inclusão digital”, lê-se no documento.

A reacção do ministério surge na sequência de denuncias feitas pelo presidente do Movimento dos Estudantes Angolanos (MEA), na última semana, que dava conta de que técnicos do ministério das Telecomunicações, Tecnologias de informação e comunicação social terão levado os 40 computadores instalados na Escola Angola e Cuba, no município do Cazenga.

A nota que temos vindo a citar refere que “face ao equívoco gerado por uma alegada denúncia feita pelo Movimento Estudantil Angolano (MEA), o Ministério das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social esclarece que não houve desvio de computadores. Os equipamentos informáticos, doados pelo MINTTICS à Escola Angola e Cuba em Fevereiro deste ano, encontram-se instalados no local e à disposição da escola”.

Acrescenta ainda que a sua retirada foi para a devida a substituição com vista a seguir a padronização dos meios informáticos em uso nas escolas equipadas no âmbito do projecto “Ngola Digital”, que já beneficiou cerca de 80 estabelecimentos de ensino em todo o País.

O referido projecto “Ngola Digital”, adianta a nota, visa promover o uso das tecnologias de informação a nível das comunidades estudantis, e promover a literacia digital, e o acesso a internet.
O ministério relembra que a Escola Angola e Cuba foi apetrechada por ocasião da sua reinauguração, com 46 computadores e secretárias, uma tela de parede, projector e uma impressora, sendo que 40 computadores foram destinados à sala de informática e seis para a biblioteca.

Conta ainda a instalação de três pontos de acesso à Internet, distribuídos entre o pátio principal da escola, a sala de informática e a biblioteca.

A nota, a que o Correio da Kianda teve acesso termina com realçando que os modelos dos computadores utilizados para o apetrechamento das salas de informática seguem o mesmo padrão para todas as salas contempladas, com capacidades computacionais destinados à utilização corrente e de formação.

A instalação dos meios informáticos foram instalados no âmbito do programa de massificação e inclusão digital, denominado “Ngola Digital”, implementado pelo MINTTICS.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (23)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (86)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (17)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

© 2017 - 2021 Todos os direitos reservados a Correio Kianda. | Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.
Ficha Técnica - Estatuto Editorial RGPD