Connect with us

Destaque

Minas mataram 16 civis e feriram outros 29 em Angola em 2016

Published

on

Angola registou 16 mortos e 29 feridos civis por accionamento de minas antipessoal, antitanque e engenhos explosivos não detonados, em 2016, segundo dados divulgados na Conferência Nacional sobre desminagem, que terminou esta sexta-feira em Luanda.

Os números constam do relatório anual de 2016, apresentado à conferência pela Comissão Executiva de Desminagem, entidade do Estado que coordena as operações de desminagem dos quatro operadores públicos, designadamente a Casa de segurança do Presidente da República, Forças Armadas Angolanas, Instituto Nacional de Desminagem e Polícia de Guarda Fronteira.

 O quadro sobre acidentes e incidentes por accionamento de minas em 2016 indica a província do Bié com maior número de óbitos (8), seguida de Malange (3), Bengo (2), Cabinda, Huambo e Lunda Norte (1 cada). A lista de feridos é liderada pela província do Huambo (6), seguida de Benguela e Malange (5, cada), Bengo e Bié (4, cada), Luanda (2), Cuando Cubango, Cuanza Norte e Zaire (1, cada).

Segundo dados já avançados no primeiro dia de trabalhos, no ano passado, 3.911 homens clarificaram 247.244.639 metros quadrados de área, 210.229 quilómetros de estradas e 912.028 quilómetros de linhas de transporte de energia eléctrica de alta tensão.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *