Connect with us

Politica

Mina do Luele vai gerar três mil postos de trabalho

Published

on

O Presidente da República, João Lourenço, inaugurou esta terça-feira a mina do Luele, localizado na Lunda Sul, que é considerada o terceiro maior kimberlito do mundo, por ter reservas estimadas em 350 milhões de quilates e 30 anos de tempo útil de vida.

O Chefe de Estado reuniu-se, igualmente, com o governo local, de quem recebeu explicações relativas ao estado da província e o grau de execução dos projectos de investimento público.

No final da inauguração, João Lourenço teceu algumas palavras aos jornalistas, tendo garantido que os recursos serão utilizados para o desenvolvimento do país.

Em declarações, o PCA da Endiama, José Manuel Ganga Júnior, afirmou que o projecto, iniciado em 2007, para assegurar as reservas estratégicas de Catoca, tem estimadas reservas avaliadas em 628 milhões de quilates de diamantes.

De acordo com Ganga Júnior, o projecto que vai permitir gerar três mil postos de trabalho dentro de dois anos, põe Angola entre os três maiores produtores de diamantes do mundo.

Por sua vez, o ministro dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás, Diamantino de Azevedo, garantiu que foram cumpridas todas orientações dadas pelo Presidente da República para o aumento da produção e lapidação de diamantes.

Na ocasião, o governador da Lunda Sul, Daniel Neto, disse que a implementação deste projecto vai contribuir para a melhoria da qualidade de vida da população.

E o politólogo, José Paulo Ndala, afirma que a visita do Presidente João Lourenço a Lunda Sul, “enquadra-se na estratégia de governação de proximidade”.

Colunistas