Connect with us

Politica

Militantes do PRS solicitam ao TC anulação de mandato de Benedito Daniel e invocam realização do congresso antes das eleições

Published

on

Os militantes do Partido de Renovação Social (PRS) dirigiram recentemente uma carta a Veneranda Juíza Presidente do Tribunal Constitucional, Laurinda P. Monteiro Cardoso, solicitando a anulação dos seis anos de mandato dos órgãos de direção e do IV congresso realizado de 29 a 30 de Maio de 2017.

No documento datado aos 08 de Fevereiro de 2022, a que o Correio da Kianda teve acesso, os signatários solicitam ao Tribunal Constitucional, instar o presidente do PRS para o cumprimento incondicional do estipulado nos artigos 40º e 47º dos estatuto deste partido convocando as reuniões do Conselho Político e do Comité Nacional com urgência.

Numa outra alínea os dirigentes dos renovadores sociais, solicitam que se declare nulo os seis anos de mandato dos órgãos directivos do PRS, por entenderem que resulta de uma falsificação e consequentemente reposição da legalidade, isto é, os quatro anos de mandato para os órgãos de direcção, realmente aprovados pelo IV congresso ordinário.

Os signatários, vão mais longe instando o PRS realizar o seu V congresso, antes das eleições gerais agendada para o mês de Agosto próximo.

Quanto as justificação apresentada recentemente pelo presidente do PRS Benedito Daniel, aos órgãos de comunicação social, sobre a não realização das reuniões dos órgãos de deliberativo, por causa da pandemia da Covid-19. Os queixosos dizem que os argumentos apresentados pelo líder do PRS, além de infundadas, estão eivados de inverdades e não acolhem o efeito por ele desejado, na medida em que, mesmo em ambiente de pandemia, os outros partidos políticos: APN, FNLA, UNITA, CASA-CE e MPLA, realizaram regularmente as suas actividadee e reuniões dos seus órgãos colegiais de direção de todos os níveis e escalões, lê-se no documento.