Connect with us

Politica

Militantes da UNITA consideram “exorbitante” quota para aquisição do cartão digital

Published

on

Já está a decorrer a emissão de cartão de membros da UNITA em formato digital, segundo o anúncio feito no passado sábado, 16, pelo líder do Galo Negro, Adalberto Costa Júnior, durante as comemorações do 58º aniversário do partido fundado por Jonas Savimbi, na região do Muangai, província do Moxico.

Alguns militantes mostram-se indignados pelo valor exigido para obtenção do documento, que está a custar 3.000,00 (três mil kwanzas), os militantes de base ao nível do interior do país poderão pagar 2.500,00 (dois mil e quinhentos kwanzas), segundo alguns membros da UNITA, que estiveram presentes na manhã desta terça-feira, 19, no complexo Sovsmo, em Viana – Luanda.

O fracasso a que se atribui ao processo que inicialmente estava previsto só para os quadros seniores nesta terça-feira, por não registar adesão, levou os responsáveis a incluir qualquer militante interessado.

Outro episódio registado pelos nossos interlocutores, que não aceitaram gravar entrevista, os que pagarem em cash, o valor é de 3.000,00 (três mil kwanzas) e aqueles que pagarem via multicaixa deverão pagar o valor de 3.300,00 (três mil e trezentos kwanzas).

Muitos consideram como uma forma de extorquir os parcos recursos dos pacatos militantes, tendo em conta o elevado custo de vida que a sociedade enfrenta.

Com vista a massificar a iniciativa, o líder da UNITA, Adalberto Costa Júnior, poderá deslocar-se esta semana à província do Moxico para constatar o funcionamento das estruturas do partido naquela região do país, falar do novo cartão de membro em formato digital entre outros assuntos da vida interna do partido, nas terras da paz.