Connect with us

Mundo

Miguel Díaz-Canel reeleito para último mandato em Cuba

Published

on

O chefe de Estado cubano foi reeleito esta quarta-feira, 19, para um segundo e último mandato. Miguel Díaz-Canel obteve 97,66% dos votos dos 470 deputados da Assembleia Nacional.

Miguel Díaz-Canel, de 62 anos, foi reeleito para dirigir os destinos da ilha comunista cubana, prometendo “resolver os problemas de ineficiência” do país, que atravessa a pior crise económica das últimas três décadas. A candidatura única de Miguel Díaz-Canel obteve 97,66% dos votos dos 470 deputados à Assembleia Nacional, num país onde a oposição é ilegal. No total, 459 deputados votaram a favor dos 462 presentes no hemiciclo.

“Diante dos resultados anunciados, declaro Miguel Mario Díaz-Canel Bermudez Presidente da República”, disse Esteban Lazo, presidente da Assembleia Nacional, na presença de Raul Castro, 92.

Durante a sessão parlamentar, à qual teve apenas acesso a imprensa estatal, o Parlamento reelegeu o presidente, Esteban Lazo, e o vice-presidentes Ana Maria Mari Machado e Salvador Valdes Mesa.

No discurso de tomada de posse, Miguel Diaz-Canel, que também é o primeiro secretário do Partido Comunista Cubano desde 2021, exortou o gabinete a “resolver os problemas de ineficiência” do país, de forma a “aumentar a oferta de bens e serviços para controlar a inflação”.

Com agências internacionais