Connect with us

Politica

MEP fiscaliza acções do PRODESI em Luanda

Manuel Camalata

Published

on

Depois de terem efectuado trabalhos de campo em onze províncias, nesta quinta-feira, 08, a direcção do Ministério da Economia e Planeamento (MEP) inicia a jornada de campo na província de Luanda, para constatar o plano de implementação do PRODESI e os apoios que estão disponíveis para os produtores nacionais e operadores de comércio e distribuição em todos os municípios da capital.

Durante três dias, as equipas de trabalho do MEP vão visitar unidades produtivas agro-industriais e operadores de distribuição e comércio da província de Luanda, para tomar contacto com a sua realidade e prestar o apoio necessário e melhorar a sua produção.

Segundo uma nota de imprensa daquele departamento ministerial, chegada à redacção do Correio da Kianda, para a empreitada foram criados três grupos de trabalho, sendo que o ministro Sérgio Santos vai coordenar a equipa que se faz deslocar aos municípios nos municípios do Cazenga, Cacuaco e Viana. O segundo grupo será dirigido pelo Secretário de Estado para a Economia, Mário Caetano João, que vai trabalhar nos municípios de Belas, Talatona e Luanda, ao passo que o Secretário de Estado para o Planeamento, Nilton Reis, cumprirá a sua missão nos municípios de Icolo e Bengo, Kissama e Kilamba Kiaxi.

Em Luanda, o MEP vai também validar as opções Estratégicas de Longo Prazo 2050, junto do governo provincial e bem como efectuar um diagnostico geral do processo de implementação do Plano Anual do Sistema Estatístico Nacional PASEN, na província de Luanda.

A jornada de campo da Direcção do Ministério da Economia e Planeamento termina na sexta-feira, 9, quando realizar um encontro com os produtores da província de Luanda, no Centro de Convenções de Talatona.

Essa jornada acontece depois de as três equipas já terem desenvolvido um trabalho similar, nas províncias, do Zaire, Uíge, Malanje, Lundas Norte e Sul, Moxico, Cuanza Norte, Benguela, Bengo, Namibe e Cunene, as próximas províncias serão as de Cabinda, Cuando Cubango, Huambo, Bié e Cuanza Sul e Huíla.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (23)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (86)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (17)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

© 2017 - 2021 Todos os direitos reservados a Correio Kianda. | Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.
Ficha Técnica - Estatuto Editorial RGPD