Conecte-se agora

Mundo

Menina indiana de dez anos que engravidou não vai poder abortar

Redação

Publicados

on

Supremo Tribunal da Índia decretou esta quinta-feira que uma rapariga de dez anos que engravidou depois de alegadamente ter sido violado pelo seu tio não vai poder abortar, noticia a BBC.

O motivo invocado pelo tribunal prende-se com o facto de a gravidez – que vai na 32ª. semana – já estar demasiado avançada, pelo que seria “demasiado arriscado” para a rapariga.

A gravidez da menina de dez anos foi descoberta há duas semanas, depois de esta ser ter queixado de dores no estômago aos seus pais, que a levaram de imediato para o hospital.

Na segunda-feira, foi pedido a vários médicos que avaliassem o caso da rapariga. O caso chegou ao Supremo Tribunal depois de um outro tribunal ter tomado a mesma decisão dias antes.

À luz da legislação indiana, o aborto é proibido a partir das 20 semanas de gravidez, a não ser que os médicos confirmem que a vida da mãe possa estar em risco.

Continue Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Publicidade

Colunistas

Ana Margoso
Ana Margoso (14)

Jornalista

António Sacuvaia
António Sacuvaia (220)

Editor

Diavita Alexandre Jorge
Diavita Alexandre Jorge (12)

Politologo

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (12)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (12)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (57)

Jornalista

Victor Hugo Mendes
Victor Hugo Mendes (9)

Jornalista e Escritor

Walter Ferreira
Walter Ferreira (4)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

Publicação

© 2016 - 2018 Todos os direitos reservados a Correio Kianda. | Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.
Ficha Técnica - Estatuto Editorial RGPD