Connect with us

Politica

MED diz haver condições para reinício das aulas no ensino primário

Redação

Published

on

O secretário de Estado para a Educação Pré-escolar e Ensino Primário, Pacheco Francisco, afirmou nesta quinta-feira, 22, no Cuito (Bié), haver condições mínimas de biossegurança nas escolas do país, para o reinício das aulas no ensino primário, na próxima segunda-feira, dia 26.

Esta garantia foi dada à imprensa, antes de partir para o município do Andulo, onde trabalha, na última etapa da sua visita de três dias à província do  Bié.

Antes esteve no município do Chinguar e no Cuito, respectivamente, para avaliar as condições de biossegurança em diversas instituições escolares.

Indicou, entretanto, que das visitas efectuadas em algumas escolas do Bié, constatou-se a falta de água, mas assegurou que as instituições e o Governo estão a envidar esforços para “mitigar a situação”.

Ainda hoje (quinta-feira) deverá deslocar-se à província de Malanje, com o mesmo propósito.

Segundo Pacheco Francisco, com o reinício das aulas da 1.ª à 5.ª classes, que constitui o grosso de alunos do país e com maior risco por serem crianças, vai completar-se as etapas do calendário programado pelo Governo, depois do recomeço das aulas, a 5 de Outubro, nas classes de transição (6.ª, 9.ª, 12.ª e 13.ª classes).

Nesta mesma data, no cumprimento da estratégia de regresso gradual, recomeçaram também as aulas em todo o sistema universitário do país, enquanto a 19 deste mês foram retomadas as aulas da 7ª, 8ª, 10ª e 11ª classes, dos I e II ciclos do ensino secundário.

A ministra da Saúde, Silvia Lutucuta,  admitiu à imprensa, quarta-feira, em Luanda, que o recomeço das aulas da 1.ª à 5.ª classes  “está a ser ponderada face a evolução da covid-19 no país”, que regista neste momento 8.338 casos positivos, 255 óbitos, 3.040 recuperados e 5.043 activos.

Por seu lado, o director do Gabinete Provincial da Educação no Bié, Evaristo Vitangui Gando, disse estar tudo a postos para o reinício das aulas do maior grupo de alunos matriculados nesta região, que requer maiores cuidados, sem no entanto revelar números.

O sector da Educação no Bié matriculou, no presente ano lectivo, 625.777 alunos, desde a iniciação até a 13ª classe que estão a ser orientados por 13.937 professores.

Por Angop

Covid-19 em Angola 

8.582 infectados
260 óbitos
3.305 recuperados
5.017 activos

Governo avalia reinício das aulas no ensino primário

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (23)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (78)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (15)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

© 2017 - 2020 Todos os direitos reservados a Correio Kianda. | Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.
Ficha Técnica - Estatuto Editorial RGPD