Connect with us

Mundo

Matou a mulher num cruzeiro. A razão? Não parava de se rir dele

Published

on

Um homem matou a sua mulher num cruzeiro no Alaska porque esta, contou o homem depois a um amigo, se ria dele, confirmou o FBI. Conforme refere o jornal Metro britâncio, Kenneth Manzanares, de Santa Clara, Utah, foi acusado de homicídio depois de ter sido encontrado as mãos e roupas cobertas de sangue no cruzeiro ‘Princess Cruises’, na noite da terça-feira passada.

Depois de ter cometido o crime, o homem, de 39 anos, tentou arrastar o corpo da mulher, Kristy, e colocá-lo na varanda, mas foi impedido por um outro homem.

Kenneth Manzanares foi algemado por um segurança do navio até à chegada do FBI. Manzanares teve a sua primeira apresentação no tribunal esta quinta-feira, por teleconferência desde a capital do Alaska, onde está detido.

O crime obrigou a que o navio tivesse de ser desviado para Juneau e que outros passageiros tivessem de ficar a bordo durante horas, com o FBI a liderar a investigação dado que o crime ocorreu em águas norte-americanas.

A Princess Cruises, com sede na Califórnia, vai recompensar os passageiros com 150 dólares (cerca de 127 euros) pelo incómodo causado nas suas férias.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas