Connect with us

Lifestyle

Matias Damásio considera estado actual da música Angolana como crítico

Published

on

O músico Matias Damásio considerou no último domingo, em Luanda, como crítico, o estado da música em Angola, sublinhando ser inexistente a “classe artística angolana”.

Segundo escreve o Jornal de Angola na sua edição de hoje, segunda-feira, 09,  citando  como fonte  a TPA, o também compositor  afirmou em rede nacional da tv-angolana, que a “classe artística angolana não existe” e considerou, igualmente, o estado da música como crítico.

“A classe precisa unir-se para defender os seus propósitos, como acontece com os advogados e taxistas que têm negócios individuais, mas estão juntos para resolver os problemas, defendeu em entrevista ao programa “Selo Cultural” emitido pela TPA Notícias.

“Se tivermos uma classe forte vamos conseguir pressionar o Estado e outras instituições para resolvermos os problemas que andamos a chorar, porque não vamos conseguir resolvê-los enquanto não nos sentamos numa mesa”, sublinhou.

O músico , que aproveitou a ocasião para justificar a sua  ausência na mais recente edição do Top dos Mais Queridos, defendeu  o resgate do antigo formato do Topo dos mais queridos,

“Nós até fizemos um vídeo a pedir desculpas. Já tínhamos anunciado há algum tempo”. Justificou.  Mudou muito, concluiu, referindo-se a última edicão do Topo dos mais queridos edição 2023.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *