Connect with us

Politica

Massano com “carta branca” para propor mexidas na equipa económica

Published

on

O Presidente da República, João Lourenço, deu “carta branca” ao actual ministro de Estado para a Coordenação Económica, José de Lima Massano, para propor mexidas na equipa económica, soube o Correio da Kianda de fonte próxima ao Governo.

O objectivo é reverter a actual situação económica, tentando travar a subida dos preços dos alimentos e a contínua desvalorização do kwanza, desde o anúncio da retirada parcial do subsídio aos combustíveis.

O recém nomeado Ministro da Indústria e Comércio, é próximo a Massano, e terá sido ele o responsável pela entrada de Rui Miguêns de Oliveira no executivo de João Lourenço.

Para além de Miguêns, a nossa fonte avança que o actual ministro da Economia pode ser o próximo a deixar a equipa económica. A fonte que temos vindo a citar, avança que “o clientelismo e desvio do papel” para qual foi criado o Banco de Desenvolvimento de Angola (BDA), pode contribuir para Massano propor mudanças no Ministério da Economia.

Recorde-se que durante a Conferência de Imprensa realizada esta semana, em Luanda, Massano acentuou a importância do BDA no financiamento do desenvolvimento económico do país, e reiterou a necessidade do banco voltar a exercer o papel para o qual foi criado.

“O BDA deverá ser reestruturado com propósito de justificar a sua criação, alinhado com o objectivo da diversificação da economia”, disse.

Recorde de que na semana passada, o Presidente da República, deu por findo o mandato de Maria do Carmo Bastos Corte Real Bernardo do cargo de Administradora não Executiva e Presidente do Conselho de Administração do Banco de Desenvolvimento de Angola, tendo nomeado João Salvador Quintas para a substituir.

João Quintas assume Conselho de Administração do BDA