Connect with us

Politica

Mário Oliveira condena disseminação de “fake news”

Published

on

O ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Mário Oliveira, advertiu, domingo, na sua página do Facebook que “a rápida disseminação de “fake news”, compromete a veracidade dos factos e coloca em risco a estabilidade social e a confiança nas instituições, bem como mancha o bom nome do pacato cidadão”.

As “fake news” podem criar pânico e desinformar o público, especialmente em tempos de crise. Porém, é cada vez mais essencial que cidadãos e profissionais da comunicação social adoptem uma postura responsável e ética.

Os órgãos de comunicação social têm um papel crucial na verificação dos factos e na disseminação de informações fidedignas. Reforçar o quadro legal para punir a disseminação de “fake news” é necessário, proteger a integridade da informação sem comprometer a liberdade de expressão. Urge a necessidade de se investir em campanhas de moralização e de educação para capacitar os cidadãos na identificação e no combate da desinformação, sobretudo as proliferadas pelas a nível virtual, que carregam consigo, sempre, objectivos inconfessos.