Connect with us

Sociedade

Marido mata esposa no Uíge

Published

on

Um homem, de 25 anos, foi preso pelos Serviços de Investigação Criminal (SIC) do Uíge, na passada quinta-feira, 13, suspeito de agredir e matar a sua própria mulher, por alegadamente não ter alimentado o cão. O homicídio aconteceu no bairro Papelão, Zona 3.

De acordo com o boletim de ocorrência do SIC, o marido chegou a sua casa em estado de embriaguez, perguntando pelo alimento. De seguida, a filha respondeu que se encontrava por cima da mesa.

Indignado com a resposta da filha, voltou a questionar se o cão já havia comido. Por seu turno, a esposa que ouvia atentamente, chateada com a situação respondeu que o cão não era mais importante que as pessoas e, por esse motivo, desentenderam-se culminando em briga.

Segundo o comunicado do Ministério do Interior no Uíge, minutos depois, o suspeito agarrou a vítima pelo pescoço e bateu a cabeça contra a parede várias vezes, tendo esta caído. Na sequência, a vítima apresentou hemorragia nos ouvidos, foi socorrida ao Hospital Geral do Uíge, onde mais tarde acabou por falecer.

O cidadão está a ser indiciado pelo crime de homicídio voluntário.